Dieta detox: Aprenda a montar um cardápio completo para seguir essa alimentação!

A dieta detox é, de fato, uma grande aliada à saúde. Além de limpar o organismo, eliminando as mais diversas toxinas, ela possui grandes fontes nutricionais para o corpo, através de refeições sem sacrifícios ou radicalismos. Contudo, será que nós podemos manter uma alimentação integral à base desse conceito? Veja aqui como montar um cardápio detox para o seu dia a dia, de uma maneira funcional, e que atenda todas as suas necessidades cotidianas!

Segundo a nutricionista Dafne Oliveira, o programa de alimentação detox aposta em alimentos naturais e exclui os alimentos industrializados e aqueles com alto potencial alergênico, como laticínios, leite de soja, glúten (trigo), cereais refinados, açúcar, adoçantes, corantes, conservantes, café e álcool. Ela analisa as principais características e benefícios de seguir esse tipo de alimentação:

“A dieta Detox ajuda o organismo a eliminar toxinas e outras substâncias prejudiciais à saúde. Se você tem sintomas como cansaço excessivo, insônia, dificuldade de digestão, mau funcionamento do intestino, excesso se gases, retenção de líquido, falta de concentração, dores de cabeça e dificuldade para perder peso, vale a pena experimentar a detox”, explica a especialista.

Quais alimentos precisamos inserir em um menu detox?

De acordo com a Dra. Dafne, o cardápio detox precisa conter, substancialmente, as mais diversas frutas, verduras, legumes orgânicos (se possível), carnes magras, oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), cereais (arroz integral, quinua, amaranto), leguminosas (feijão, lentilha, grão-de-bico), sementes (linhaça, semente de abóbora e girassol) e muito líquido (água mineral, chás, água de coco). “Deve-se caprichar nos temperos naturais, como alho, cebola, alecrim, gengibre, curry e as ervas frescas”, reitera a profissional.